Teoria Coringa | Seria Arthur Fleck o verdadeiro?

Joaquín Phoenix - Joker
Canecas para Presente

Coringa, protagonizado por Joaquin Phoenix e dirigido por Todd Phillips, é considerado um dos melhores filmes do ano. A trama que provocou e encantou o público com seu aspecto violento e sombrio trouxe uma nova visão para a origem do vilão. Mas… será? Várias pessoas já teorizam que o filme criará alguma conexão com o filme do Batman dirigido por Matt Reeves. Mas como funcionaria isso? Afinal, o Coringa do Joaquin Phoenix já é alguém muito mais velho que o Bruce Wayne. Seria isso possível? Uma possível resposta eu posso trazer aqui com a: Teoria Coringa. Todd Phillips afirmou em uma entrevista que Arthur Fleck pode não ser o verdadeiro Coringa. O que nos leva a algumas conclusões ou questionamentos.

O Que Foi Dito Por Todd Phillips?

Todd Phillips | Teoria Coringa

Durante uma entrevista ao Cinema Blend, o diretor Todd Phillips falou sobre a possibilidade de Arthur Fleck não ser o Coringa. Isso levanta muitas questões que podemos discutir a seguir. Mas, primeiro, confira o que foi dito pelo diretor:

“Há diversos jeitos de se entender o filme. Ele talvez não seja o Coringa. Esta é apenas uma versão de uma origem do Coringa. É apenas a versão deste cara que está contando a história de uma sala de uma instituição de saúde mental. Não sei se ele é o narrador mais confiável do mundo, entende o que quero dizer?”

A Teoria Coringa

Coringa - Teoria Coringa

Bom, minha teoria traz duas possibilidades de um futuro para o personagem. Ou, pelo menos, alguma explicação ao que foi mostrado no filme, em concordância com o que foi dito pelo diretor. A mais comum, e mais fácil de entender, seria que o Coringa do Arthur Fleck, na verdade, foi apenas uma pessoa que motivou a existência de um outro Coringa, este sim, vilão e inimigo do Morcegão. Entretanto, essa teoria ignoraria a relação que foi criada entre Fleck e a família Wayne. De qualquer forma, tudo é possível, afinal de contas, nada garante que essa ligação realmente exista. Isso porque, descobrimos ao final do filme que muitas coisas, como o relacionamento dele com a vizinha Sophie.

E isto nos leva a segunda possibilidade. O fato de Arthur Fleck alucinar e imaginar coisas pode indicar que absolutamente nada daquilo aconteceu, com exceção da cena final do filme, durante sua sessão de terapia. Pois bem, pode ser que toda a relação com a família Wayne, a criação do personagem Coringa, a rebelião nas ruas,  fossem apenas coisas da cabeça de Arthur.

Mas e você? Acha concorda com a Teoria Coringa? O que você achou dela? Concorda ou discorda? Então comenta! 😀
Lucas Gabriel

Estudante de Tecnologia da Informação, apaixonado por cinema, música e boas histórias de terror e drama! Adora discutir teorias malucas sobre séries ou filmes. Nerd assumido desde pequeno. Fã do Quentin Tarantino (inclusive acredita na teoria de que todos os filmes formam um só), Star Wars, Harry Potter, FRIENDS e filmes, como Laranja Mecânica, Donnie Darko e Nosferatu.