Improvisos No Cinema! Confira aqui

Improvisos no cinema
Canecas para Presente

Vocês devem saber que o cinema está cheio de improvisos. Mas o público nunca sabe, a menos que leia ou assista um making of, quais cenas estavam no roteiro e quais foram improvisadas. Por sorte, quando uma cena muito boa é improvisada, os envolvidos acabam comentando. Então eu reuni alguns dos improvisos mais marcantes de filmes que marcaram história e trouxe aqui. Preparado para se surpreender com o talento de atuação de alguns atores? Então veja a seguir!

Grandes Improvisos Do Cinema

O Iluminado - Sexta-Feira 13 - Improvisos

  • Taxi Driver [1976]

O primeiro dos improvisos que vamos citar aqui é o feito pelo gênio Robert De Niro no clássico Taxi Driver. Esta cena, provavelmente, é a mais famosa do filme, várias produções da cultura pop referenciam esta cena. E se ela está nesta lista é porque ela foi improvisada, não é? Pois bem, Scorsese, diretor do longa, havia pedido que De Niro simplesmente conversasse com o espelho. E, então, De Niro começou seu show. Confira:

  • Django Livre [2012]

E agora um filme do Tarantino com um improviso inusitado do Leonardo DiCaprio. Se você assistiu o filme, sabe que DiCaprio vive o vilão do longa. Em determinada cena do filme, ele se irrita e bate na mesa. Mas o que não estava no roteiro era que ele quebraria um objeto de vidro e se cortaria. E, mesmo machucado, Leo continuou a atuar naturalmente. Ou seja, o sangue que voa na atriz Kerry Washington era real e era do próprio DiCaprio.

  • O Iluminado [1980]

Este é outro dos clássicos improvisos do cinema. Quem nunca tentou imitar o Jack Nicholson falando “Here’s Johnny” como em O Iluminado? Esta cena foi totalmente improvisada pelo próprio Jack. A frase dita pelo personagem quando ele quebra a porta e coloca a cabeça no buraco aberto é o bordão de Johnny Carson do The Tonight Show.

  • Batman – O Cavaleiro das Trevas [2008]

No icônico filme que marcou Heath Ledger como um dos melhores Coringas já feitos no cinema há um improviso dele. Na cômica cena em que ele está vestido de enfermeira e acaba de sair do hospital, o Coringa tenta apertar o botão para detonar a bomba. Contudo, nada acontece, e ele continua tentando fazer funcionar. Isso gerou uma cena bastante divertida/descontraída que é a cara do personagem. Mas isso não deveria ter acontecido, a explosão deveria ter saído assim que ele apertou o botão pela primeira vez. Heath aproveitou a situação para improvisar, o susto do personagem após a explosão é genuíno (haha).

  • Star Wars – O Império Contra-Ataca [1980]

Nada mais Han Solo do que responder um “Eu te amo” com um “Eu sei”, não é? Mas isso não estava no script original. George Lucas e o elenco tiveram de regravar várias vezes esta cena com o Han respondendo “Eu também”, mas nada parecia ficar bom. Até que Harrison Ford falou que ele tinha uma ideia e soltou este improviso incrível.

Improvisos - Star Wars

  • Laranja Mecânica [1971]

Já a forte cena do personagem Alex DeLarge praticando sua ultraviolência, no filme Laranja Mecânica, enquanto canta Singing In The Rain também foi improvisada. Kubrick rodou a cena milhares de vezes e nenhuma parecia ficar boa (assim como em Star Wars). Então, o diretor falou para Malcolm McDowell fazer o que achasse melhor. E foi aí que o ator começou a fazer a cena dançando e cantando o tema de Cantando Na Chuva.

  • Nascido Para Matar [1987]

No filme Nascido Para Matar, também de Stanley Kubrick, os xingamentos e insultos feitos pelo general aos recrutas foram totalmente improvisados. Kubrick aproveitou a experiência militar do ator R. Lee Ermey para fazer com que o personagem fosse o mais crível possível. Confira!

Mas e você? Sabia que estas cenas haviam sido improvisadas? Conhece mais algum improviso bacana de ser mencionado? Então comenta! 😀

Lucas Gabriel

Estudante de Tecnologia da Informação, apaixonado por cinema, música e boas histórias de terror e drama! Adora discutir teorias malucas sobre séries ou filmes. Nerd assumido desde pequeno. Fã do Quentin Tarantino (inclusive acredita na teoria de que todos os filmes formam um só), Star Wars, Harry Potter, FRIENDS e filmes, como Laranja Mecânica, Donnie Darko e Nosferatu.