Coringa: As Melhores Curiosidades do Filme!

Canecas para Presente

Se você não mora em uma caverna, provavelmente já ouviu alguém por aí falando do mais novo filme do Coringa, um dos maiores (se não o maior) vilões das histórias em quadrinhos de super heróis. Estrelado por Joaquim Phoenix, “Coringa” (2019) conta a história de Arthur Fleck, um homem que trabalha como palhaço e sonha em um dia se tornar comediante de stand-up.

Porém, a situação de Arthur nunca foi fácil e após uma sequência de dias ruins, ele acaba dando espaço a sua loucura interior, se tornando deste modo o palhaço do crime que tanto amamos. Neste post eu separei algumas das melhores curiosidades do filme. CONTÉM SPOILERS DO FILME!

As melhores curiosidades de Coringa (2019)!

  • Uma das coisas que mais chamaram a atenção do público neste filme foi sem dúvidas nenhuma a risada do Coringa. O ator Joaquin Phoenix  pegou inspiração para criar esta risada em “vídeos de pessoas que sofrem de risadas patológicas”. Em entrevista ele também afirmou que procurou retratar um personagem com o qual o público não conseguiria se identificar;
  • Quando Arthur entra no apartamento de Sophie (Zazie Beetz), ele diz a ela “Eu tive um dia ruim”. Está é uma referência à iconica história de “Piada Mortal”, no qual Coringa afirma que basta um dia ruim para que a loucura tome conta do corpo de um homem.
  • Na maior parte do cânone de Batman, os pais de Batman são mortos por um assaltante comum chamado “Joe Chill”. No entanto, em Batman (1989), Thomas e Martha Wayne foram assassinados por um homem chamado Jack Napier, que mais tarde se tornaria o Coringa. No Coringa de 2019, um homem não identificado vestido com uma máscara do Coringa mata os Waynes durante um motim, tornando-o o segundo filme a sugerir que o Coringa está ligado à morte dos Waynes e, portanto, à criação de Batman;

  • O final do filme, onde o Coringa está no Asilo Arkham, deve ser ambíguo, pois o espectador deve traçar uma linha sobre o que exatamente aconteceu e o que não aconteceu ao longo do filme. Isso é sugerido ainda mais quando nesta cena final Arthur começa a rir alegando que lembrou de uma piada, chegando até a dizer para a médica que ela não entenderia, o que implica que tudo o que vemos no filme não passa de uma grande loucura da cabeça do personagem. Em uma entrevista, Phoenix disse: “Este filme requer uma certa participação da platéia. Depende como você deseja interpretá-lo e experimentá-lo.”;

Leia também: Joker é um Bom Filme? Opinião sincerona!

  • Coringa mata 6 pessoas ao longo do filme. Os três homens no metrô, Penny Fleck (sua mãe), Randall e Murray Franklin. Está implícito que ele mata uma funcionária do Asilo Arkham no final, mas a única coisa mostrada são suas pegadas sangrentas enquanto ele sai da sala;
  • Durante a cena do protesto, quando o Coringa dança em cima do carro da polícia perto do final do filme, há uma cena ampla e um cartaz no fundo que diz “Ace in the Hole” (Ás no buraco), mesma fala que o Coringa de Heath Ledger diz em Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008);
  • Quando o jovem Bruce Wayne sai de sua área de recreação para ver Fleck nos portões, ele desliza por um poste, o que é claramente uma homenagem para Adam West (Batman da série clássica), que costumava acessar a batcaverna deslizando por um bastão;
  • O traje vermelho do Coringa visto no filme presta homenagem a O Rei da Comédia (1982), onde Rupert Pupkin, interpretado por Robert De Niro , é um comediante mal-sucedido e mentalmente instável que perseguiu e sequestrou seu apresentador de talk show favorito, Jerry Langford, interpretado por Jerry Lewis . Pupkin veste terno vermelho. Vale lembrar também que Robert De Niro interpreta Murray, um apresentador de talk show em Coringa;

  • Embora ele não seja mencionado pelo nome em nenhuma cena do filme, o inglês que enfrenta Arthur nos portões da Mansão Wayne é Alfred Pennyworth, o confiável mordomo e confidente de Bruce Wayne;

E aí, o que achou das curiosidades do filme? Comente logo abaixo e não se esqueça de mandar para um amigo 🙂