A Bruxa de Blair – As Melhores Curiosidades

A Bruxa de Blair
Canecas para Presente

Existem diversas formas de fazer filmes de terror atualmente. Filme slasher, trash, thriller, terror psicológico e found footage. Found footage é um gênero que, no Brasil, é chamado de Filmes Perdidos. Consiste em registros em vídeo que foram encontrados e transformados em filmes. E A Bruxa de Blair surgiu em 1999 com este princípio. Muitas pessoas acreditavam ser baseado em fatos reais e que realmente era uma fita perdida, mas é claro que tudo não passava de um mocumentário.  Mesmo sendo revelado não ser real, o filme arrecadou cerca de 247 milhões de dólares em bilheteria mundial.  Foi então que o gênero de found footage tornou-se extremamente comum nos filmes de terror. Então, resolvi trazer curiosidades sobre um dos precursores deste gênero. Ou, pelo menos, o de maior destaque: A  Bruxa de Blair. Então vamos lá!

As Melhores Curiosidades Sobre A Bruxa de Blair

A Bruxa de Blair

  • Por ser dito que o filme era baseado em fatos reais, muitos acreditaram que a atriz Heather Donahue estava morta. Por isso, a família da moça recebeu milhares de cartaz de pêsames.
  • O orçamento do filme foi de cerca de US$ 35 mil dólares. Tendo arrecado 246 milhões, o lucro foi absurdo.
  • A Bruxa de Blair levou oito dias para ser gravado, mas foram preciso oito meses para editá-lo.
  • O estilo de filmagem de A Bruxa de Blair é bem interessante. A produção jogou os três atores na floresta. Durante a noite os produtores atiravam pedras contra a barraca, ficavam fazendo barulhos e inserindo risadas. Tudo isto para tornar o filme verossímil.
  • Foi criada uma palavra de segurança durante as filmagens. Isso porque os atores queriam permanecer nos personagens durante todo período de gravação. Quando algum queria sair do personagem para descansar, por exemplo, era dita a palavra “taco”.
  • A cena marcante em que Heather está com o zoom da câmera em sua cara não foi intencional. Isso porque atriz não sabia que a câmera estava com o zoom ativado.

  • A pilha de gravetos vista no filme foi feita com dentes humanos reais e cabelos do ator Josh Leonard.
  • A maior parte do filme, principalmente os diálogos, foi no improviso. O roteiro do filme continha 35 páginas e não possuía diálogos.
  • Os diretores do filme não estavam presentes nas gravações. Eles apenas acompanhavam os atores via GPS e deixavam bilhetinhos com algumas instruções para eles.
Mas e você? Curte A Bruxa de Blair? O que achou destas curiosidades? Sabe mais alguma? Então comenta! 😀

Lucas Gabriel

Estudante de Tecnologia da Informação, apaixonado por cinema, música e boas histórias de terror e drama! Adora discutir teorias malucas sobre séries ou filmes. Nerd assumido desde pequeno. Fã do Quentin Tarantino (inclusive acredita na teoria de que todos os filmes formam um só), Star Wars, Harry Potter, FRIENDS e filmes, como Laranja Mecânica, Donnie Darko e Nosferatu.