Você sabe como o cinema surgiu?

Os historiadores não conseguem precisar exatamente como esta grande jornada já começou. Porém, o que temos registro é da primeira exibição de filme curta-metragem que aconteceu em um local chamado Salão Grand Café em Paris no dia 28 de dezembro de 1895. Nesta ocasião os Irmãos Lumière uniram as pessoas para conhecerem seu mais novo invento chamado de Cinematógrafo. Este foi um evento extremamente marcante que chocou os 30 e poucos convidados presentes que levaram a novidade a diante. A produção exibida era L’Arrivée d’un Train à La Ciotat que, em português, significa A Chegada de um Trem na Estação.

O cinematógrafo foi o ‘culpado’ por nomear Cinema desta forma. Ele foi construído como uma forma de aperfeiçoamento do conhecido cinetoscópio de Thomas Edison. Ele permitia registrar uma série de momentos fixos nos chamados fotogramas, assim criando a ilusão de que a imagem estaria se movendo durante certo tempo que acontece em frente a uma lente fotográfica. Então, o equipamento reproduzia as imagens através de uma projeção animada sobre uma tela ou parede. Essa ilusão era produzida pelo fenômeno chamado de retenção retiniana.

O aparelho que deu origem ao cinema apresentado pelos Irmãos Lumière utilizava um dispositivo de obturação em forma de cruz de malta que, através de uma película furada de 35mm com processo de arrasto, reproduzia o movimento da fotografia. Infelizmente, os criadores não comercializaram a criação que começou a ser replicada na França, Inglaterra e Estados Unidos por outros pesquisadores. Porém, a área dos Irmãos Lumière era outra, eles produziam filmes documentários utilizando grandes equipes de operadores que gravaram por todo o mundo. Em dado momento um homem chamado Georges Méliès queria comprar o invento para utilizar em grandes sessões públicas do Théatre Robert Houdin, porém os Lumière rejeitaram a proposta já que não acreditavam que o aparelho deveria ser destinado a uso comercial.

Méliès, um homem teimoso, foi até Londres onde encontrou com Robert William Paul um aparelho que foi adaptado às suas necessidades apenas. Assim ele começou a filmar da mesma forma que os os Lumière, porém também utilizou um pouco mais a imaginação, assim criando produções fantasiosas e dando origem ao cinema de ficção.

Incrível, não é mesmo? Comente!

Mais Postagens:

Amanda Canabarro

Sempre adorei ler e escrever desde pequena, tendo toda a franquia do Harry Potter em meu currículo antes dos 14 anos. Hoje, estudo Relações Públicas, escrevo, tenho uma empresa, um canal no YouTube de mistérios e sou viciada em filmes e séries, o que acaba complicando as funções anteriores... :D