As Melhores Curiosidades de Avatar: A Lenda de Aang

Avatar: A Lenda de Aang foi um dos mais rentáveis e famosos desenhos produzidos pela Nickelondeon. O adorado protagonista foi concebido ainda em 2001, mas foi só em 2005 que seu primeiro episódio foi ao ar. A série fez um sucesso tão grande que gerou um live-action (muito mal recebido) e um spin-off, além, é claro, de diversos episódios especiais. A história do último dobrador de ar tem três temporadas, exibidas entre os anos de 2005 e 2008, mais de 60 episódios e muita história pra contar. Além, é claro, de um fandom incrível. É por isso que hoje estamos aqui para falar das melhores curiosidades sobre A Lenda de Aang. Curioso? Então dá uma olhada na lista que o Minha Série Favorita preparou!

As Melhores Curiosidades sobre Avatar: A Lenda de Aang

  • A ideia da série foi um grande quebra-cabeças. Bryan Konietzko já havia criado um personagem adulto e careca, mas, certo dia, ele decidiu redesenha-lo para que parecesse uma criança montada em um bisão voador. Quando mostrou o personagem a Michael Dante DiMartino, que havia acabado de assistir um documentário sobre exploradores perdidos no Polo Sul, eles começaram a trabalhar juntos para desenvolver a história. Foi assim que surgiu o enredo de um grupo de exploradores da Tribo da Água perdidos no território do Reino da Terra que ajudaram o único sobrevivente da Tribo do Ar a lutar contra a Nação do Fogo!
  • Mas a ideia original não se passava em um mundo fictício como o que conhecemos agora e sim no nosso próprio mundo. Nessa primeira versão, a humanidade teria sido dizimada por uma guerra e, centenas de anos após isso, a população restante estaria começando a reescrever a sua história. A explicação para as dobras elementares era de que, depois de passarem tanto tempo com a natureza, os seres humanos teriam desenvolvido um controle muito maior sobre os elementos.

  • Conhecemos Zuko como o vilão que se converteu e se tornou um dos maiores aliados de Aang, ensinando-o a dominar o fogo. Mas nem sempre ele foi visto dessa forma. No começo, ele deveria apenas ser o vilão, o principal antagonista da história, mas isso acabou saindo um pouco da linha quando perceberam que o personagem não tinha características para tal papel.
  • Já Toph foi pensado como um homem bombado e com a visão perfeita. Não só isso, seria essa versão masculina da dobradora da terra que deveria ficar com Katara. Quê?
  • Os ideogramas chineses que podem ser vistos no logotipo significam “O Médium Divino que desceu sobre o Mundo Mortal.”
  • E você sabe de quem são as silhuetas que aparecem na abertura dobrando os elementos? Se não, deixa que nós contamos! O dobrador da água é o Mestre Pakku, o da terra é o professor Sud. É a princesa Azula que faz a dobra do fogo enquanto o dobrador do ar só se parece com o Aang e é, na verdade, uma outra pessoa da tribo dele. Já o personagem que aparece dobrando todos os elementos é Roku.

  • Os movimentos de Aang nas dobras do ar foram baseados na Ba Gua, uma arte marcial chinesa criada em meados do século XIX. Já a Tribo do Água dobra o elemento enquanto faz movimentos de Tai Chi.  Quando falamos do Reino da Terra, eles se inspiram no Hung Gar enquanto a Nação do Fogo tem movimentos do Kung Fu Shaolin.
  • Cada episódio levava cerca de 9 meses para ficar pronto. Embora seja uma animação americana, ela foi produzida em três estúdios sul-coreanos.
  • Zuko foi o único humano que apareceu sangrando na série.
  • Monk Gyatsu é o mestre de Aang na série, mas você conhece a origem do seu nome? Ele é uma clara homenagem a Tenzin Gyatso que é mais conhecido como Dalai Lama! Uma curiosidade extra é que em A Lenda de Korra, Aang tem um filho chamado Tenzin.

Existem várias outras curiosidades sobre a produção, por isso, caso você conheça algo que deveríamos falar sobre, deixe seu comentário! Vamos difundir os conhecimentos sobre os dobradores de ar!

Júlia Campos

Oficialmente, estudante de design e técnica de informática. Nas horas vagas, ilustradora, modelo e escritora. Sou apaixonada por jogos, gamedesign e cultura oriental no geral, as vezes até pareço ser uma Geek assumida. Fã da autora Maggie Stiefvater e amante de séries de suspense, mistério e terror (as vezes arriscando um romancezinho).