A Hora do Pesadelo: As Melhores Curiosidades

Lançado em 9 de novembro de 1984, o filme A Hora do Pesadelo trouxe para nós um dos personagens de terror mais conhecidos de todos os tempos. Nosso divertido – ou nem tanto – Freddy Krueger! Esse mesmo, o das garras e da camisa listrada, preta e vermelha. O seu primeiro filme foi dirigido por Wes Craven, o criador do personagem que, além de tudo, também ficou responsável pelo roteiro. Já a produção do longa foi para as mãos de Robert Shaye. A produção foi um sucesso total, chegando, inclusive, a salvar a empresa responsável pelo filme da falência. Muitas, MUITAS mesmo, sequências foram produzidas desde então, o que não é de se estranhar. O personagem se popularizou e, até hoje, continua angariando fãs por todo o mundo.

Mas, parando de enrolação, vamos de uma vez ao que interessa! Confira, logo abaixo, alguns fatos interessantes sobre a produção do primeiro filme de Krueger.

As Melhores Curiosidades de A Hora do Pesadelo

  • Freddy Krueger foi criado depois que Wes Craven leu uma série de notícias sobre assassinatos em um jornal. Nessas matérias, as vítimas, antes de morrer, relatarem terem tido pesadelos. Outra curiosidade é que todas haviam morrido enquanto dormiam.
  • Quando foi idealizado, o personagem principal, Freddy Krueger, deveria ser um serial killer silencioso e indiferente. No entanto, nos filmes seguintes da franquia, ele acabou adotando o tão conhecido humor negro.
  • Apesar do nome original do filme ser A Nightmare on Elm Street (Um Pesadelo na Rua Elm, em tradução livre) o único momento em que o nome da rua Elm aparece no longa é nas telas de crédito, no começo e final de A Hora do Pesadelo.
  • O longa-metragem é a estreia de Johnny Depp nos cinemas. A foto logo abaixo é justamente do jovem ator!

  • Foram usados cerca de 500 galões de sangue falso durante as filmagens. E por falar em sangue, um acidente ocorreu durante a produção da cena em que uma fonte de sangue jorra da cama para o teto. O que os produtores queriam era que o quarto girasse lentamente, para dar o efeito do sangue jorrando e atingindo as paredes em curva, no entanto, a equipe perdeu o controle do quarto. Ele ficou girando descontroladamente com o diretor e os câmeras amarrados em cadeiras fixas no quarto. Isso enquanto 250 litros de sangue falso eram espalhados pelo set. Resultado: todas as câmeras ficaram danificadas e a equipe inteira ensopada de vermelho.
  • Se lembram de Jason Voorhess? O ícone dos filmes de terror. Existe uma referência a ele na produção e é na cena em que Nancy dorme na casa de Tina. Quando Freddy se aproxima da cama, é possível ver a máscara de hóquei utilizada pelo clássico personagem, Jason, através da parede.

  • O filme que Nancy assiste para se manter acordada é o clássico Uma Noite Alucinante – A Morte do Demônio, de 1982. O longa foi dirigido por Sam Raimi e estrelado por Bruce Campbell, Ellen Sandweiss e Betsy Baker.
  • O filme quase foi cancelado. Estavam mais ou menos na metade da produção quando a produtora, New Line Cinema, anunciou que o contrato de distribuição do filme havia sido quebrado. Com isso, foram quase duas semanas com a equipe trabalhando sem saber se, algum dia, iriam receber. Felizmente o longa foi um sucesso depois de seu lançamento e evitou a falência da New Line.
  • E por sucesso, estamos falando em sucesso mesmo. O orçamento foi divulgado como sendo cerca de 1.8 milhão de dólares, mas, só nos EUA, o longa arrecadou mais de 25 milhões!

Gostou de saber um pouco mais sobre A Hora do Pesadelo? Deixe um comentário!

Júlia Campos

Oficialmente, estudante de design e técnica de informática. Nas horas vagas, ilustradora, modelo e escritora. Sou apaixonada por jogos, gamedesign e cultura oriental no geral, as vezes até pareço ser uma Geek assumida. Fã da autora Maggie Stiefvater e amante de séries de suspense, mistério e terror (as vezes arriscando um romancezinho).