Aladdin: Roteirista de Animação Critica Trailer

Essa semana foi movimentada para o novo live-action da Disney. Aladdin já está dando o que falar e só teve um poster e um trailer lançados. O pôster foi divulgado em primeira mão no instagram pessoal de Will Smith, anunciando que no dia seguinte teríamos o trailer. E tivemos. No vídeo divulgado vemos as dunas do deserto, a caverna da lâmpada, e, por fim, podemos ver o Aladdin pegando-a. Honestamente, eu mesmo achei o trailer lindo e cativante. Muitos fãs compactuam da mesma opinião, mas sempre existem aqueles que criticam. E desta vez, o maior crítico foi o roteirista da animação de 1992.

Mas, antes de falarmos da crítica feita pelo roteirista, Terry Rossio, vamos mostrar o trailer a vocês. Então, confere aí!

Terry Rossio escreveu, ao lado de Ted Elliot, o roteiro clássico da animação original. E, o trailer não agradou nem um pouco Rossio. Mas não porque ele tenha achado feio ou mal feito. O problema para Terry foi o uso do texto escrito por ele e Ted para a animação. Segundo ele, é “muito estranho” terem usado suas rimas sem terem dado a devida compensação a eles. O roteirista divulgou sua indignação em seu Twitter, confira:

“Muito estranho que literalmente as únicas palavras ditas no novo trailer de Aladdin sejam as rimas que escrevi com meu parceiro. E a Disney oferece zero compensação para nós (ou para qualquer roteirista de qualquer um destes remakes live-action) nem se quer uma camiseta ou um bilhete para o parque.”

A crítica é válida, mas é difícil imaginar que cause muita repercussão entre os poderosos da Disney. De qualquer forma, não deixa de ser uma pena realizar um trabalho e não receber créditos pelo uso dele.

Mas e você? Gostou do trailer de Aladdin? Acha que Terry está certo em criticar? Comenta!
Lucas Gabriel

Estudante de Tecnologia da Informação, apaixonado por cinema, música e boas histórias de terror e drama! Adora discutir teorias malucas sobre séries ou filmes. Nerd assumido desde pequeno. Fã do Quentin Tarantino (inclusive acredita na teoria de que todos os filmes formam um só), Star Wars, Harry Potter, FRIENDS e filmes, como Laranja Mecânica, Donnie Darko e Nosferatu.