Star Wars: Longas Não Devem Mais Ser Anuais

Canecas para Presente

Depois que a Disney comprou a Lucasfilm e prometeu dar continuidade aos filmes de Star Wars, os fãs piraram. A partir de 2015, com O Despertar Da Força, foram lançados um filme por ano da franquia. Então ficaram: 2015 – O Despertar da Força; 2016: Rogue One; 2017: Os Últimos Jedi; 2018 – Solo. Isto é, a cada ano era lançado um filme ou da trilogia principal, ou do selo “Uma história Star Wars”. Parece muito bom para alguns fãs, já outros tem medo que essa quantidade absurda de filme faça a franquia perder o rumo. E, bom, o CEO da Disney também acha que não foi uma boa ideia fazer isso.

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Bob Iger disse: “Tomei essa decisão e, olhando pra trás, acho que foi um erro que cometi”. Com tantos filmes sendo lançados, o medo de alguns fãs se tornou real, a franquia começou a saturar. Iger deixa claro, também, que devido a isto, a frequência dos lançamentos de Star Wars deve diminuir nos próximos anos. “Você pode esperar uma desaceleração, mas isso não significa que vamos parar de fazer filmes”, afirma o CEO. E completa: “J.J. Abrams está fazendo o episódio IX e temos outras forças criativas como os showrunners de Game of Thrones fazendo uma série nova.”.

Mesmo que pareça que a Disney possa parar de fazer filmes, como Iger já advertiu que não será este o caso, o futuro da franquia, após 2020 não está decidido. Bob prometeu ser mais cuidadoso no que tange ao volume de filmes na nova fase de Star Wars. “Estamos chegando no ponto de tomar as decisões sobre o que fazer depois do episódio IX. Acho que seremos cuidadosos quanto a volume e tempo nesse caso.”

Star Wars Episódio IX estreia em dezembro de 2019.

Confira as melhores curiosidades de Star Wars!

Mas e qual a sua opinião sobre a frequência de filmes da franquia? Acha que está bom anualmente ou deve mesmo diminuir o ritmo? Então comenta aí! =D
Lucas Gabriel

Estudante de Tecnologia da Informação, apaixonado por cinema, música e boas histórias de terror e drama! Adora discutir teorias malucas sobre séries ou filmes. Nerd assumido desde pequeno. Fã do Quentin Tarantino (inclusive acredita na teoria de que todos os filmes formam um só), Star Wars, Harry Potter, FRIENDS e filmes, como Laranja Mecânica, Donnie Darko e Nosferatu.