Toy Story: As Melhores Curiosidades da animação!

Você já assistiu a Toy Story? Nos dias de hoje, é difícil encontrar alguém que não tenha se deliciado com essa incrível animação. O filme original foi lançado no ano de 1995 e foi um sucesso de bilheterias sem tamanho. Além disso, a história de Andy, Woody e Buzz também foi pioneira em vários outros campos! Quer conhecer um pouco mais sobre o filme da Pixar que conquistou o coração de tantas crianças, jovens e adultos?

As Melhores Curiosidades de Toy Story

  • John Lasseter, diretor dos filmes até Toy Story 3, afirmou em entrevista que baseou os personagens Woody e Buzz em brinquedos que ele mesmo teve na infância.
  • O nome de Buzz é uma homenagem ao famoso astronauta Buzz Aldrin, segundo homem a caminhar na lua. Mas nem sempre foi assim, a principio, os produtores pensaram em chama-lo de Lunar Larry.
  • Outra coisa que mudou drasticamente durante os primeiros meses de produção é que deveria haver uma Barbie na história. Ela estava presente nos primeiros roteiros e seria o interesse amoroso de Woody! Difícil imaginar, hein? De qualquer forma, a Mattel, dona da boneca, não permitiu que seu produto aparecesse no filme. Segundo os produtores, a empresa tinha medo que Toy Story fosse um fracasso…

  • Em seu lançamento, o ano de 1995, Toy Story teve a maior bilheteria do mundo. O filme arrecadou cerca de 360 milhões de dólares e ultrapassou Batman Forever e Apollo 13.
  • Bill Crystal foi convidado para dar voz ao personagem Buzz Lightyear, mas ele recusou, dando lugar para o dublador Tim Allen. Crystal revelou, posteriormente, que considera esse o maior erro de sua carreira. E, muito provavelmente, esse foi o motivo que o fez dizer “sim” imediatamente quando foi convidado para dublar Mike Wazowski em Monstros S.A.
  • Toy Story foi o primeiro longa realizado completamente com computação gráfica. Cada quadro de animação podia levar até 13 horas para ficar pronto, dependendo da complexidade. Além disso, ele também foi o primeiro de computação gráfica indicado a um Oscar de melhor roteiro original.

  • Na mochila de Sid, podemos ler “Julie McBarfle tem piolho”. Segundo a produção do longa, isso é uma referencia a Julie McDonald, componente da equipe, que pediu para ter seu nome incluído no filme.
  • Ao lado da cama de Andy, podemos ver um desenho de Woody. Esse desenho é um dos primeiros rascunhos do personagem!
  • Sid Philips, o menino famoso por destruir brinquedos, foi inspirado no ex-fundador da Pixar. Segundo as histórias, ele tinha um velho habito de desmontar brinquedos para fazer experiências e criava coisas bizarras!

  • E a personalidade de Woody? Sempre prestativo e um líder nato! Sabiam que, na primeira versão do filme, ele deveria ser uma pessoa extremamente sarcástica e chata? Nessa versão, ele seria extremamente grosso e gostaria de insultar os outros brinquedos. Provavelmente, por ser o preferido de Andy. A Walt Disney não permitiu que isso acontecesse e interrompeu a produção do filme até que seu roteiro fosse reescrito.
  • O nome de Andy é uma homenagem a Andries “Andy” Van Dam, pioneiro na animação gráfica. Andries costumava ser um professor de ciência e computação na Universidade Brown e deu aula para vários dos criadores de Toy Story.

  • Vários livros no quarto de Andy tem o mesmo nome de alguns curtas da Pixar, como Ton Toy e Knick Knack.
  • E, por último, na dublagem original o dublador de Woody foi alterado algumas vezes. Isso mesmo, em várias cenas é Jim Hanks que dá voz ao boneco, não seu irmão, Tom Hanks. Isso pode ser visto no vídeo abaixo!

Você imaginava que houvessem tantos detalhes assim em Toy Story? Conte-nos o que achou!

Júlia Campos

Oficialmente, estudante de design e técnica de informática. Nas horas vagas, ilustradora, modelo e escritora. Sou apaixonada por jogos, gamedesign e cultura oriental no geral, as vezes até pareço ser uma Geek assumida. Fã da autora Maggie Stiefvater e amante de séries de suspense, mistério e terror (as vezes arriscando um romancezinho).