Sense8: As melhores curiosidades da série

Faz pouco menos de dois meses que recebemos o último episódio da adorada série Sense8. A série foi cancelada pela Netflix em 2017 e, de acordo com o CEO da empresa Ted Sarandos, o motivo seria a baixa audiência. “Relativo ao que se gasta, as pessoas estão vendo?”. Bom, o que se sabe é que a notícia chocou todos os fãs, que realizaram inúmeras campanhas e pedidos ao serviço de streaming, implorando pela renovação do tão amado seriado. Infelizmente, isso não aconteceu.

Talvez o fim precoce de Sense8 sempre entristeça seus fãs e nada mudará isso. Mas estamos aqui para falar de algumas curiosidades sobre a série que, talvez, faça-os relembrar um pouco desse incrível projeto.

As Melhores Curiosidades Sobre Sense8

  • Lana Wachwski, criadora da série, era conhecida como Larry durante a produção de Matrix. Lana é transexual e, durante sua transição, vários rumores surgiram sobre a jovem. Só em 2012 ela apareceu com sua identidade feminina e as coisas se acalmaram um pouco, mas a personagem transexual da série, Nomi Marks, interpretada pela atriz, também trans Jamie Clayton, foi sugerida por J. Michael Straczynski, co-criador da história. E por falar em Jamie, ela se sentiu honrada em ser chamada para tal papel.
  • J. Michael Straczyski também trabalhou para populares HQ’s como O Quarteto Fantástico, Homem Aranha e Thor. No caso desse último, ele também participou da produção do primeiro filme do vingador, em 2011.

  • Quando Lito nasceu, sua família estava assistindo a uma novela conhecida: Cuna de Lobos, de 1986. O programa foi uma das novelas mexicanas de maiores sucessos da história. No Brasil, ela foi exibida pelo SBT com o nome de Ambição, no ano de 1991.
  • E ainda falando sobre as curiosidades do nascimento dos sense8s, nem todos nasceram no dia 8 de agosto. Isso se explica pelo simples fato de existir uma diferença de fuso horário. Eles podem sim terem nascido ao mesmo tempo, mas alegar que nasceram no mesmo dia e hora seria uma falha no roteiro. Por exemplo, Will, em Chicago, não teria como ter nascido na mesma hora e dia que Sun, em Seul, do outro lado do mundo.

  • Não é surpresa que o número 8 aparece em vários locais diferentes durante a trama. A tatuagem de Nomi, a placa que Jela segura quando vai buscar os passageiros para Van Damme e até mesmo o número de prisioneira de Sun chega a 8 (7+7+3=17, 1+7=8). Inteligente, não?
  • Diferente do que muitos pensam, Sense8 não teve muitas gravações em estúdio. A maior parte das filmagens foram realmente feitas em cidades ao redor do mundo. A equipe viajou pela Alemanha, Berlim, Chicago, Cidade do México, Londres, Mumbai, Nairóbi, Reykjavík, São Francisco e Seul. Outra curiosidade é que, depois que as filmagens acabaram, a equipe tinha contabilizado cerca de 100 mil milhas de voo. Isso é o mesmo que dá a volta ao mundo quatro vezes.

  • A interprete Daryl Hannah, conhecida por fazer o papel de Angelica na série, a princípio não foi escalada para isso. Ela deveria fazer o papel de Sussurros, já que a intenção era que o vilão tivesse uma aparência andrógena. Porém, os criadores mudaram de ideia depois que a encontraram pela primeira vez e assim surgiu a Angelica que conhecemos.
  • Você sabia que uma outra série com conexões psíquicas e psicológicas já existiu? O seu nome era Twin Peaks, o mesmo nome de um bar LGB. A série foi exibida em 1990 e foi homenageada na abertura de Sense8, quando a placa do bar aparece.

  • Doona Bae, interprete de Sun, é uma das queridinhas das irmãs Wachwski. A ideia de ter um personagem asiático partiu, principalmente, do desejo de encaixa-la no elenco. Doona ficou preocupada em ter que gravar cinco temporadas fazendo cenas de ação, mas os criadores a tranquilizaram falando que, se algo mudasse em sua vida, matariam Sun para que ela não fosse prejudicada.
  • O nome do Dr. Metzger é de origem alemã e significa  “carniceiro”. Ele é o médico neurocirurgião que queria operar Nomi na primeira temporada. Já sabemos de como essa história se desenrolou e podemos dizer que, com certeza, é um nome a altura.

Com certeza, Sense8 vai deixar saudades. Uma mega produção com um fim inesperado.

Júlia Campos

Oficialmente, estudante de design e técnica de informática. Nas horas vagas, ilustradora, modelo e escritora. Sou apaixonada por jogos, gamedesign e cultura oriental no geral, as vezes até pareço ser uma Geek assumida. Fã da autora Maggie Stiefvater e amante de séries de suspense, mistério e terror (as vezes arriscando um romancezinho).