Crítica Monstro: Um Lugar Silencioso

Canecas para Presente

Um filme sobre uma menina surda que precisa sobreviver num mundo onde todos não podem fazer barulho. Parece bem prático não?! Mas na verdade, qualquer barulho, por menor que seja, invoca uma criatura monstruosa que estraçalha aquele que o causou.

Sob este pretexto acompanhamos uma família composta por um pai, uma mãe (grávida), um irmão e a protagonista que é a moça surda. Enquanto rola o drama familiar em torno de um pequeno erro que a mocinha cometeu e custou bem caro, o terror do desconhecido domina até que as criaturas começam a aparecer. Quando os monstros dilaceradores de barulhentos começam a dar as caras, ai é o medo do conhecido mesmo que se consolida.

Os efeitos especiais dos monstros são magníficos, bem convincentes, com o órgão deles que, uma vez cegos, analisa o áudio pra seguir suas vítimas, é tudo bem realista. Mas o destaque mesmo fica pra trilha sonora, quase inexistente, que consegue aumentar a tensão justamente pelo bom contraste de som e silêncio, algo que combina muito bem com o título e enredo.

Sangue até rola, mas é meio censurado. Apesar das criaturas serem cruéis, o filme tenta nos poupar de ver as cenas mais fortes, o que por incrível que pareça aumenta a dose de tensão no ar. Não saber do que os seres do mal são capazes de fazer por completo, até de fato isso ser mostrado, é ainda mais aterrorizante do que ver tripas escancaradas pra todo lado logo na primeira cena. Eis mais um acerto do filme.

Mesmo com quase ninguém conversando verbalmente, apenas por sinais, nós somos levados a nos aproximar dos personagens o que automaticamente faz nos preocuparmos com eles, no fim é agonizante vê-los sofrer com os temores das criaturas. Ainda pior é ver situações tão complicadas que, tudo leva a crer que não há nenhuma solução e os personagens não sairão dali, mas por pura força de vontade eles conseguem. Um exemplo, sem dar spoilers, é a moça grávida que precisa superar momentos de dores extremas sem fazer barulho algum e é uma tortura tanto pra ela quanto pro espectador que acompanha.

Enfim, este é um filme de terror e drama que sabe explorar muito bem o silêncio e os conflitos familiares. E quando tudo começa a mudar de gênero, quando passa de filme de Terror com Monstros pra algo mais voltado pra Ação com Monstros, ele termina.

Compensa assistir, pois é um ótimo filme de terror.

Fernando Max

Eu gosto de escrever sobre tudo usando minha perspectiva. Não me importo com spoilers então não os poupo, mas estou fazendo um esforço pra evita-los para o melhor proveito de vocês.