Across The Universe: Uma “Ode” Aos Beatles

Across The Universe - Lucy E Jude

Você provavelmente já ouviu alguma música dos Beatles, nem que tenha sido Hello Goodbye nas aulas de inglês. Considerada a maior banda do mundo, The Beatles conquistaram o mundo na década de 60 com suas músicas, seu jeito de se vestir e até mesmo os cabelos. Desse jeito é impossível viver sem saber da existência desses quatro caras, muito menos viver sem ter ouvido uma música deles. “Mas, Lucas, não é um portal sobre filmes e séries? Por que está falando de Beatles?” Muito bem, jovem gafanhoto, você está absolutamente correto. Mas essa falação toda sobre a banda (que, inclusive, é a minha favorita) é muito importante para a indicação de hoje: o filme Across The Universe de 2007. E sobre este filme, em específico, eu vou me dar ao luxo de já dizer de cara: ele é maravilhoso e precisa ser assistido.

Across The Universe

O filme é uma produção americana e conta com a direção de Julie Taymor, conhecida pelo brilhante trabalho em Frida. A história do filme se passa nos anos 60 com todas as guerras, amores, lutas e afins sendo perfeitamente ambientadas através das inesquecíveis músicas dos Besouros (Curiosidade: Besouros é uma das possíveis traduções para o nome da banda, que já havia se chamado The Silver Beetles, “Os Besouros Dourados”).

Na história, somos apresentados a personagens tirados das próprias músicas dos Beatles! Como, por exemplo, o personagem Jude, vivido por Jim Sturgess (21 – Quebrando A Banca), foi tirado da música Hey Jude. Ele é um jovem inglês que decide partir para os Estados Unidos em busca do pai. Chegando na terra do Tio Sam, Jude conhece o estudante rebelde Maxwell Carrigan (Joe Anderson), ou Max, personagem tirado da música Maxwell Silver Hammer. Por causa da amizade que surge entre os dois, Jude acaba por também conhecer sua irmã Lucy (Evan Rachel Wood), tirada da música Lucy In The Sky With Diamonds. Ela e Jude acabam por se apaixonar. Enquanto os personagens envolvem-se em movimentos de contra-cultura psicodélica, marchada pela paz, Guerra do Vietnã, o casal acaba tendo que passar pelas grandes turbulências causadas pela época.

Strawberry Fields - Across The Universe

Diversos outros personagens das músicas dos Beatles aparecem durante o filme, os fãs da banda mais atentos saberão quem são cada personagem, e mesmo quem não souber, ainda assim conseguirá adorar cada personagem em cena. Dentre os personagens a quem somos apresentados temos a Prudence da canção Dear Prudence, Sadie da Sexy Sadie, Jojo de Come Together, entre muitos outros.

Além do roteiro maravilhoso construído totalmente em cima das canções dos Beatles, o filme ainda conta com uma fotografia de encher os olhos, durante a execução das músicas, o filme parece se tornar um clipe muito bem dirigido e começa a encantar qualquer um. Destaco aqui o momento em que a música Strawberry Fields Forever é tocada e é mostrado um contraponto entre um personagem que está na guerra e outro que está em casa passando por conflitos internos. As cores utilizadas e as posições de câmera envolvem completamente o espectador no clima da música e, consequentemente, do filme. Sem falar do momento em que o filme passa a ter uma atmosfera psicodélica, e aí as cores acabam sendo muito mais importantes no filme, dando uma sensação quase alucinógena no público.

Across The Universe

A trilha sonora obviamente conta apenas com músicas dos Beatles, desde as mais icônicas até algumas pouco conhecidas. O ponto mais interessante quanto a trilha sonora do filme é que todas as músicas foram cantadas pelos atores e ganharam novos arranjos, novos aspectos musicais. A música Something, por exemplo, perdeu a introdução clássica da guitarra de George Harrison, e recebeu um ar mais introspectivo na voz de Jim Sturgess. Além disso, o filme conta com a participação especialíssima do Bono do U2 como Dr. Robert e possui um dos melhores momentos do filme interpretando a música I Am The Walrus.

Across The Universe - I Am Walrus

Tudo mais que eu comentar sobre este filme poderia ser considerado spoiler, então, eu encerro esta indicação aqui suplicando para que você dê uma chance a este filme. Mesmo que não curta as músicas dos Beatles ou a banda, assista, porque eu garanto que você pode ser muito surpreendido! =D

Participe! Deixe seu comentário logo abaixo...
Lucas Gabriel

Estudante de Tecnologia da Informação, apaixonado por cinema, música e boas histórias de terror e drama! Adora discutir teorias malucas sobre séries ou filmes. Nerd assumido desde pequeno. Fã do Quentin Tarantino (inclusive acredita na teoria de que todos os filmes formam um só), Star Wars, Harry Potter, FRIENDS e filmes, como Laranja Mecânica, Donnie Darko e Nosferatu.